Nesta quarta-feira (3) o sexto criminoso foi identificado a partir da tecnologia de biometria facial em funcionamento durante o Maior São João do Mundo. As prisões realizadas no Parque do Povo já superam as que ocorreram no Carnaval do Rio de Janeiro, em março desse ano, segundo o diretor Staff Security, empresa de segurança eletrônica que ofereceu o serviço.

Matheus Torres conta que a empresa teve o maior resultado da história com a redução de 90% dos eventos. “Foram feitos seis prisões, durante esse período de festa, hoje a festa em Campina Grande superou o Carnaval do Rio, onde tiveram apenas cinco abordagens”, disse. Para ele, o esquema em Campina Grande bem estruturado e comemorou a parceria.

Como funciona a biometria facial

A empresa opera em convenio com a Polícia Militar da Paraíba, segundo Torres. A entidade de segurança, insere no sistema as informações e a base de dados é cadastrado e administrado pela Polícia. A tecnologia da empresa faz as comparações das fotos com as imagens das câmeras e gera os alertas.

Joab Freire e Márcio Rangel,
da Redação

Compartilhe este artigo
Imagem do anúncio
loader-image
Paraíba, BR
22:58, 23/05/2024
temperature icon 20°C
nublado
Humidity 93 %
Pressure 1016 mb
Wind 15 Km/h
Wind Gust Wind Gust: 40 Km/h
Clouds Clouds: 93%
Visibility Visibility: 0 km
Sunrise Sunrise: 05:30
Sunset Sunset: 17:15
- Anúncio -