Em Campina Grande, onde foi deflagrada a Operação Famintos nesta quarta-feira (24), as investigações tiveram início após uma representação feita ao Ministério Público Federal, apontando irregularidades em licitações na Prefeitura na contratação de empresas de fachadas para o fornecimento de merenda escolar e outros serviços.

Os órgãos investigadores constataram que desde 2013 ocorreram contratos sucessivos, que atingiram um montante pago de R$ 25 milhões.

Além da merenda escolar, as contratações incluíam o fornecimento de material de higiene e de limpeza para outras áreas de governo (Saúde, Assistência Social, etc.).

A CGU, durante auditoria realizada para avaliar a execução do PNAE no município, detectou um prejuízo de cerca de R$ 2,3 milhões de reais, decorrentes de pagamentos por serviços não prestados ou aquisições de gêneros alimentícios em duplicidade no período de janeiro de 2018 a março de 2019.

Sete servidores da Prefeitura de Campina Grande foram afastados do cargo ou da função pública, 34 mandados de busca e apreensão e 14 de prisão temporária foram cumpridos.

Redação com Wallison Bezerra, do T5

Compartilhe este artigo
loader-image
Paraíba, BR
22:00, 19/07/2024
temperature icon 19°C
nublado
Humidity 89 %
Pressure 1020 mb
Wind 14 Km/h
Wind Gust Wind Gust: 37 Km/h
Clouds Clouds: 77%
Visibility Visibility: 0 km
Sunrise Sunrise: 05:39
Sunset Sunset: 17:24
- Anúncio -
- Anúncio -