O jogador de futebol Neymar Jr, deixa a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, na Cidade da Polícia, no Rio de Janeiro, após depoimento

A Vara de Violência Doméstica da Justiça de São Paulo aceitou o pedido do Ministério Público (MP) paulista e arquivou o processo sobre as acusações de estupro e agressão feitas pela modelo Najila de Souza contra o jogador de futebol Neymar Júnior. Nesta quinta-feira (8), o MP pediu o arquivamento, por falta de provas, do inquérito sobre o caso.

“Decidimos pelo arquivamento do processo por não haver provas suficientes do que foi alegado pela vítima protegida. É importante deixar claro que o arquivamento do inquérito policial não implica absolvição do acusado. Isso porque, com o arquivamento por falta de provas, o inquérito policial pode ser reaberto a qualquer momento, desde que surjam novas provas”, disse ontem a promotora de Justiça Flávia Merlini, da área de Enfrentamento de Violência Doméstica.

No último dia 29, a delegada Juliana Lopes Bussacos, titular da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, também encerrou as investigações sobre as acusações de estupro e agressão feitas pela modelo.

Agência Brasil

Compartilhe este artigo
Imagem do anúncio
loader-image
Paraíba, BR
04:25, 21/05/2024
temperature icon 20°C
nuvens dispersas
Humidity 98 %
Pressure 1015 mb
Wind 9 Km/h
Wind Gust Wind Gust: 17 Km/h
Clouds Clouds: 30%
Visibility Visibility: 0 km
Sunrise Sunrise: 05:29
Sunset Sunset: 17:15
- Anúncio -