O prefeito Romero Rodrigues assinou, na manhã desta sexta-feira (16), o projeto de lei que cria a Controladoria Geral do Município de Campina Grande. A medida já era estudada há tempos, mas inegavelmente foi impulsionada após a deflagração da ‘Operação Famintos’, que apura fraudes em licitações para compra de merenda escolar com o uso de empresas ‘fantasmas’ em Campina Grande e em outras cidades da Paraíba.

A proposta, encaminhada para a Câmara de Vereadores da cidade, criará um órgão responsável por fiscalizar processos licitatórios e contratos firmados pelo poder público municipal, dando mais transparência à Administração e, de quebra, evitando que a gestão seja ‘contaminada’ por casos como o descoberto na ‘Famintos’.

O titular da nova ‘pasta’ ainda não foi nomeado, mas conforme o prefeito campinense terá um perfil técnico. O projeto deve ser aprovado com facilidade pelo Legislativo nos próximos dias. Até porque, na prática, não representará custos maiores para a gestão municipal.

Além da criação da Controladoria, a prefeitura suspendeu todos os contratos de fornecimento de merenda escolar firmados com as empresas investigadas na ‘Operação Famintos’. Dois secretários municipais, de Administração e Educação, também foram exonerados dos cargos após pedirem desligamento.

João Paulo Medeiros — Pleno Poder

Compartilhe este artigo
Imagem do anúncio
loader-image
Paraíba, BR
22:15, 23/05/2024
temperature icon 20°C
nublado
Humidity 93 %
Pressure 1017 mb
Wind 16 Km/h
Wind Gust Wind Gust: 40 Km/h
Clouds Clouds: 100%
Visibility Visibility: 0 km
Sunrise Sunrise: 05:30
Sunset Sunset: 17:15
- Anúncio -