Ruan Macário acusado no caso Kelton Marques — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal.

A Justiça decidiu que o vendedor Ruan Ferreira de Oliveira, mais conhecido como Ruan Macário, condenado a 13 anos e quatro meses de prisão pelo atropelamento e morte do motoboy Kelton Marques, deve pagar pensão à família da vítima.

A decisão liminar foi expedida pela 4° Vara Mista de Santa Rita no dia 15 de maio de 2024, mas se tornou pública nesta quarta-feira (26).

De acordo com a família do motoboy, nenhuma parcela da pensão foi paga. A decisão da Justiça paraibana estabeleceu que Ruan Macário pagasse 2/3 de 1,5 salário mínimo como modo de contribuir para o sustento da esposa e das duas filhas menores de idade de Kelton Marques, que foram diretamente afetadas pela morte do provedor da família.

Família de Kelton Marques, motoboy morto em acidente.

A pensão deve ser paga até o ano em que a vítima completaria 73 anos de idade, estimativa de vida estipulada pelo IBGE.

Entenda o caso

O entregador Kelton Marques morreu após ser atingido por um carro em alta velocidade, no Retão de Manaíra. Moradores da região afirmaram que a colisão aconteceu por volta das 4h da manhã. Ruan Macário foi acusado de dirigir o veículo envolvido no acidente e fugir do local, sem prestar socorro.

Com informações do G1/PB.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário
loader-image
Paraíba, BR
16:26, 21/07/2024
temperature icon 26°C
nuvens dispersas
Humidity 50 %
Pressure 1015 mb
Wind 31 Km/h
Wind Gust Wind Gust: 31 Km/h
Clouds Clouds: 48%
Visibility Visibility: 0 km
Sunrise Sunrise: 05:39
Sunset Sunset: 17:24
- Anúncio -
- Anúncio -