Uma investigação da Polícia Civil da Paraíba mostra que 12 mulheres foram vítimas de estupro pelo homem capturado no dia 04 de abril deste ano. Conhecido como “estuprador de Santa Rita”, o investigado foi preso há 20 dias no município de Canguaretama/RN, por equipes da PCPB, com o apoio da Polícia Civil do estado potiguar.

As equipes de investigação identificaram o criminoso que estava atacando mulheres em Santa Rita e localizaram seu paradeiro, depois que ele fugiu para o Rio Grande do Norte. Após sua captura, exames de DNA realizados pelo Instituto de Polícia Científica (IPC) da Polícia Civil comprovaram os crimes.

De acordo com a coordenadora das Delegacias Especializadas de Atimento à Mulher (DEAMs), delegada Sileide Azevedo, as vítimas do investigado têm entre 14 e 54 anos de idade. A maioria dos ataques aconteceu durante a noite ou madrugada.

“Foi um trabalho de investigação incessante, realizado pela Delegacia da Mulher e o IPC, comprovando a autoria desses delitos. Com a prisão desse homem e a quantidade de crimes cometidos, é previsível que, se condenado, ele passará muitos anos preso, longe do convívio social. Em outras palavras, é a Polícia Civil devolvendo à população de Santa Rita, especialmente às mulheres, a sensação de segurança que elas merecem”, disse Sileide.

A diretora do IPC, perita Raquel Azevedo, disse que as técnicas modernas de investigação são imprescindíveis para tirar pessoas perigosas de circulação na sociedade, o que, consequentemente, evita que outros crimes sejam cometidos.

“Uma polícia que atua com base na ciência não só aponta o criminoso real do caso investigado, como, por outro lado, exclui outros eventuais suspeitos, evitando injustiças com pessoas inocentes”, destacou Raquel.

A Polícia Civil continua investigando possíveis outros crimes cometidos pelo investigado que, por algum motivo, não tenham sido denunciados pelas vítimas. Nesses casos, é importante que a pessoa violentada registre o fato na delegacia.

“Quanto mais crimes comprovados, maior a probabilidade de o criminoso passar mais tempo preso. E isso significa mais segurança na sociedade”, concluiu Sileide Azevedo.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário
Imagem do anúncio
loader-image
Paraíba, BR
22:43, 23/05/2024
temperature icon 20°C
nublado
Humidity 93 %
Pressure 1016 mb
Wind 15 Km/h
Wind Gust Wind Gust: 40 Km/h
Clouds Clouds: 93%
Visibility Visibility: 0 km
Sunrise Sunrise: 05:30
Sunset Sunset: 17:15
- Anúncio -