A obesidade pode atingir 50% das crianças e adolescentes brasileiros em 2035 se medidas não forem adotadas para frear a escalada da doença. O alerta é da edição de 2024 do Atlas Mundial da Obesidade, que projeta que a população com essa condição pode saltar de 15,6 milhões (2020) para 20,4 milhões em 11 anos. Para os adultos, a estimativa é de que o número de pessoas que vivem com a doença aumente 1,9% por ano.

O levantamento, realizado pela Federação Mundial de Obesidade (WOF, na sigla em inglês) e que está na sexta edição, utilizou dados de 186 países e estima que 3,3 bilhões de adultos podem ser afetados

pela condição até 2035, um quadro que pode sobrecarregar sistemas de saúde, tendo em vista que a obesidade está ligada a doenças como diabetes tipo 2, problemas cardiovasculares e câncer.

O cálculo para determinar a obesidade tem como base o peso e a altura, utilizados para se chegar ao índice de massa corporal (IMC). Em adultos, considera-se que o paciente se enquadra no diagnóstico de obesidade quando o IMC é maior ou igual a 30kg/m².

“Nós temos observado há décadas um avanço crescente da obesidade. Esse olhar ficou muito focado nos adultos, mas o Atlas da Obesidade deste ano reafirma a preocupação que devemos ter com o excesso de peso entre as crianças”, diz Paulo Miranda, presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). “Isso demonstra que, no futuro enfrentarão, problemas associados ao excesso de peso cada vez mais precocemente, o que certamente impactará sobre o desenvolvimento de diabetes, pressão alta e na sobrevida desta parcela da população”, completa.

Com Jornal Veja

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário
loader-image
Paraíba, BR
00:47, 25/07/2024
temperature icon 17°C
céu limpo
Humidity 96 %
Pressure 1020 mb
Wind 12 Km/h
Wind Gust Wind Gust: 37 Km/h
Clouds Clouds: 9%
Visibility Visibility: 0 km
Sunrise Sunrise: 05:39
Sunset Sunset: 17:25
- Anúncio -
- Anúncio -