A ação visava a prevenção de saques de grupos criminosos.

Uma operação da Polícia Federal removeu cerca de 3 mil armas, nesta quinta-feira (9/5) incluindo fuzis e metralhadoras, do Aeroporto Internacional Salgado Filho, de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A ação visava a prevenção de saques de grupos criminosos.

O aeroporto se encontra alagado e interditado por tempo indeterminado, em razão das enchentes que atingiram o estado na última semana, tirando a vida de mais de cem pessoas. O Correio confirmou que a investigação da PF apontou que criminosos estavam planejando invadir o terminal e roubar as armas. 

O início do monitoramento do Comando de Operações Táticas (COT) da PF começou nesta quarta-feira (8/5) com agentes circulando os arredores do aeroporto com barcos. O cerco foi formado para evitar saques em geral na área, que se encontra sob responsabilidade da Polícia Federal. 

Desde o início das enchentes, as forças de segurança federais, estaduais e municipais têm trabalhado no Rio Grande do Sul para combater e prevenir saques em residências, empresas e prédios públicos.

Com o Correio Braziliense.

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário
Imagem do anúncio
loader-image
Paraíba, BR
14:45, 22/05/2024
temperature icon 31°C
algumas nuvens
Humidity 41 %
Pressure 1013 mb
Wind 25 Km/h
Wind Gust Wind Gust: 25 Km/h
Clouds Clouds: 17%
Visibility Visibility: 0 km
Sunrise Sunrise: 05:30
Sunset Sunset: 17:15
- Anúncio -