Cidades do interior do Rio Grande do Sul começaram a receber os primeiros voos extras comerciais após a criação de uma malha aérea emergencial no estado e em três municípios de Santa Catarina. Enquanto isso, o Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre (RS), completou dez dias fechado após chuvas e enchentes.

Companhias aéreas (sobretudo Gol, Latam e Azul) poderão pousar aviões nesta segunda (13) nos municípios gaúchos de Passo Fundo, Santa Maria, Uruguaiana e Caxias do Sul.

A medida faz parte de um plano que prevê 116 voos semanais: nesta primeira etapa, 88 no Rio Grande do Sul e 28 em Santa Catarina. A maior concentração fica em Canoas (35 voos semanais), onde há uma base aérea da Força Aérea Brasileira (FAB).

  • Caxias do Sul (RS) — 5 voos semanais;
  • Santo Ângelo (RS) — 2 voos semanais;
  • Passo Fundo (RS) — 16 voos semanais;
  • Pelotas (RS) — 5 voos semanais;
  • Santa Maria (RS) — 2 voos semanais;
  • Uruguaiana (RS) — 3 voos semanais;
  • Base aérea de Canoas (RS) — 35 voos semanais;
  • Florianópolis (SC) — 21 voos semanais;
  • Jaguaruna (SC) — 7 voos semanais;
  • Chapecó (SC) — recebeu um aumento de capacidade.

“Estamos vendo os primeiros voos extras chegando ao interior do Rio Grande do Sul garantindo, com isso, o direito de ir e vir da população neste momento delicado”, disse o ministro de Portos e Aeroportos, Sílvio Costa Filho. Na quinta (9), o ministro anunciou a malha aérea emergencial.

Com Portal T5

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário
Imagem do anúncio
loader-image
Paraíba, BR
03:14, 21/05/2024
temperature icon 19°C
algumas nuvens
Humidity 96 %
Pressure 1015 mb
Wind 8 Km/h
Wind Gust Wind Gust: 13 Km/h
Clouds Clouds: 18%
Visibility Visibility: 0 km
Sunrise Sunrise: 05:29
Sunset Sunset: 17:15
- Anúncio -