Emerson Manoel Lopes Bandeira, de 30 anos. FOTO: REPRODUÇÃO.

Emerson Manoel Lopes Bandeira, de 30 anos, da cidade de São José de Piranhas, no Sertão paraibano, foi assassinado com requintes de crueldade no município de Goianésia do Pará, no estado do Pará. A vítima trabalhava como cobrador do ramo de confecções – popularmente conhecido como “furadinhas” – no Norte do país e estava desaparecido há 9 dias.

Conforme relato da mãe de Emerson, a polícia do Pará entrou em contato com os familiares e disse que um casal foi preso suspeito do homicídio e que o homem teria confessado o crime. A informação é de que a irmã do principal suspeito teria denunciado ele. Os policiais também encontraram a moto da vítima totalmente queimada.

De acordo com as informações da família do cobrador, nesta quarta-feira (29) o suspeito do crime confessou ter matado o paraibano com um tiro e depois queimou parte do corpo e o resto teria jogado em um rio.

Ainda segundo a mãe da vítima, outro filho dela foi até o Pará para reconhecer o corpo, mas ainda não foi possível localizar os restos mortais. Ainda conforme relato da família, o suspeito contou à polícia que o motivo do crime teria sido por causa de uma cobrança feita pela vítima.

Emerson Manoel Lopes Bandeira deixa esposa e dois filhos, um de 6 anos e outro de 10 anos.

Com informações do Diário do Sertão.

Compartilhe este artigo
Imagem do anúncio
Deixe um comentário
loader-image
Paraíba, BR
05:22, 23/06/2024
temperature icon 20°C
nublado
Humidity 96 %
Pressure 1015 mb
Wind 13 Km/h
Wind Gust Wind Gust: 32 Km/h
Clouds Clouds: 70%
Visibility Visibility: 0 km
Sunrise Sunrise: 05:37
Sunset Sunset: 17:19
- Anúncio -