Os preços dos medicamentos vão ser reajustados em até 4,5% pelos fabricantes a partir do próximo domingo (31). O percentual foi definido pelo conselho da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos e publicado na última quinta-feira (28) no DOU (Diário Oficial da União). O consumidor deve sentir o impacto no bolso dentro de duas semanas.

O reajuste já tinha sido antecipado pelo blog Conta em Dia, do R7, já que o Sindusfarma (Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos) estimava a reposição da inflação oficial acumulada. O cálculo é baseado no IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) do período de março de 2023 a fevereiro de 2024.

O aumento, porém, depende numa fórmula elaborada pelo órgão ligado à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O setor farmacêutico é submetido ao controle de preços.

Somente uma vez por ano as indústrias farmacêuticas estão autorizadas a reajustar os preços de seus produtos, para compensar os aumentos de custo de produção acumulados nos 12 meses anteriores. O reajuste deve atingir cerca de 13 mil produtos.

Conforme a resolução, o ajuste máximo de preços de medicamentos permitido será o seguinte: nível 1 (4,50%), nível 2 (4,50%) e nível 3 (4,50%). As empresas poderão fazer o reajuste no prazo de até 15 dias após a publicação da portaria, que é assinada por Daniela Marreco Cerqueira.

Fonte: R7

Compartilhe este artigo
Imagem do anúncio
Deixe um comentário
loader-image
Paraíba, BR
20:05, 20/06/2024
temperature icon 22°C
nublado
Humidity 87 %
Pressure 1016 mb
Wind 19 Km/h
Wind Gust Wind Gust: 37 Km/h
Clouds Clouds: 81%
Visibility Visibility: 0 km
Sunrise Sunrise: 05:36
Sunset Sunset: 17:18
- Anúncio -